Atividades de Conformidades e Política

5. Relacionamento com Funcionários

Pontos Básicos

(1) Os funcionários são fundamentais em todas as atividades corporativas de nossa empresa, devemos mostrar respeito necessário e suficiente para os mesmos e ajudá-los positivamente em seu crescimento pessoal e profissional.

(2) Embora existam vários elementos para satisfazer cada funcionário individualmente, desde os benefícios fundamentais de cada funcionário como compensação, até oportunidades para que alcancem a auto-atualização. Devemos dar suporte a cada funcionário em seu crescimento como ser humano, fornecendo um ambiente onde cada funcionário individual possa demonstrar a sua melhor capacidade através de seu trabalho.

(3) Para este propósito, devemos respeitar todos os direitos humanos básicos, observar todas as leis, especialmente as leis relacionadas ao trabalho e ao emprego, e manter a ordem e disciplina interna, observando as normas internas. Nós também permitiremos para um ambiente de trabalho onde cada indivíduo possa mostrar seu esforço, fazendo fielmente seu trabalho e continuar a desenvolver seus conhecimentos profissionais para maximizar sua habilidade.

1) Respeitando os Direitos Humanos e a Igualdade

Devemos, todas às vezes, manter um ambiente de trabalho correto e respeitar os direitos humanos, a igualdade e a personalidade de cada indivíduo.

(1) A Clarion fará as decisões de emprego e relacionadas ao trabalho sem considerar as características das leis que não consideram os funcionários. Incluindo casos como raça, cor, religião, idade, seco, nacionalidade, orientação sexual ou incapacidade de um candidato ou funcionário, ou qualquer outra base como hobbies e carreira escolar proibida por todas as leis aplicáveis.

(2) Nunca devemos forçar as pessoas a trabalhar por ações como tratamento violento, abuso ou injúrias e também nunca devemos infringir os direitos humanos com ameaças ou assédios.

2) Proibindo o Assédio Sexual

Nós devemos, sempre, nos abster de palavras e comportamentos que possam causar desconforto aos outros.

(1) Devemos, em todos os casos, nos abster de comportamento, palavras ou advertências que sejam sugestivas e que possam constituir em indesejado avanço sexual ou pedir favores sexuais, ou qualquer conduta verbal, visual ou física de natureza sexual que é (1) relacionada a ou condicionado para o recebimento de benefícios do funcionário, ou (2) suficientemente severo ou persuasivo para alterar as condições do emprego e criar um ambiente de trabalho abusivo.

(2) Devemos condenar qualquer abuso de pode por funcionários cuja posição de influência como ameaça por favores sexuais.

3) Proteção de Informação Pessoal

Devemos sempre controlar estritamente a confidencialidade das informações pessoais de funcionários e outras pessoas de fora e a informação que venhamos a ter posse no curso de nossas atividades comerciais.

(1) Devemos controlar estritamente todas informações pessoais que venhamos a ter posse no curso de nossa profissão e assegurar que se mantenham confidenciais.

4) Manutenção da Segurança e Limpeza do Ambiente de Trabalho

Devemos manter um ambiente de trabalho seguro e limpo com a compreensão e observação das leis e regulamentações relacionadas.

(1) Devemos manter o ambiente de trabalho seguro e limpo como um assunto de grande prioridade e devemos entender e observar as leis regulamentações relacionadas à segurança e limpeza em toda a execução no local de trabalho.

(2) No caso de um acidente no local de trabalho, devemos minimizar a influência na investigação da causa do acidente totalmente e por as medidas cabíveis para evitar uma nova ocorrência.

5) Cumprimento das Leis, Normas e Regulamentações Relacionadas ao Trabalho e Trabalhadores.

Devemos observar todas as leis, normas e regulamentações relacionadas ao trabalho e ao emprego e manter um ambiente de trabalho seguro e satisfatório.

(1) Devemos administrar totalmente o trabalho de cada indivíduo para que as horas e dias não excedam as determinadas pela lei.

(2) Devemos sempre deixar que todos os supervisores tenham atenção com as condições de saúde, mental e física dos seus subordinados.

(3) Devemos obedecer ao Ato Empregatício de Cingapura que detalha os direitos e obrigações de empregadores e empregados e os termos básicos e condições de emprego onde forem aplicáveis.

6) Rígida Distinção de Problemas da Empresa e Particulares

Devemos fazer uma rígida distinção entre os problemas da empresa os problemas particulares e não devemos em nenhum momento trazer nossos interesses pessoais para dentro ou levar problemas da empresa para fora do trabalho.

(1) Devemos fazer uma distinção clara entre os problemas da empresa e os problemas particulares e não devemos misturá-los.

(2) Nunca devemos desviar gastos da empresa para divertimento pessoal como jantar particular, nem devemos utilizar os equipamentos da empresa para resolver problemas particulares.

(3) Nunca devemos trazer a situação da empresa para particular, e também, nunca devemos envolver subordinados em nosso propósito pessoal.

(4) Não devemos deixar que problemas particulares envolvam a empresa e manche sua reputação.

6. Relacionamento com a Empresa e Propriedades da Empresa

Pontos Básicos

(1) Com o reconhecimento de que nossa empresa existe com a missão de contribuir com a sociedade oferecendo produtos de valor, devemos construir e manter as relações apropriadas com os acionistas de nossa empresa.

(2) Devemos observar nossa Filosofia Corporativa, o Princípio e outras regulamentações internas.

(3) Devemos gerenciar adequadamente toda a propriedade da empresa, como bens, informações, documentos e etc., e nunca devemos os utilizar ilegal ou impropriamente.

1) Cumprindo as Normas e Padrões da Empresa.

Devemos em todas vezes cumprir as regulamentações e padrões da empresa.

(1) Nunca devemos cometer qualquer ato que seja proibido pelas normas, regulamentações, política, prática ou padrões internos e nunca fazer atividades ilegais e infiéis a elas.

(2) No caso de uma lei, norma interna, regulamentação, política, prática ou padrão não ser clara, devemos enviar a dúvida para nossos supervisores diretos ou ao departamento apropriado para esclarecimento.

2) Seguindo os Procedimentos Corretos de Contabilidade

Devemos seguir os procedimentos corretos de contabilidade, de acordo com as leis, regulamentações normas internas e padrões relacionados para estabelecer um sistema de verificação cruzada efetiva, assim como, para satisfazer as solicitações externas.

(1) Quando fizermos um lançamento em um livro ou escrevermos em um protocolo, devemos lançar de forma precisa com relação às leis, normas e regulamentações relacionadas e também, com as normas e padrões internos.

(2) Nunca devemos falsificar ou inventar lançamentos quando reportarmos as contas da empresa. Além disso, nunca devemos manter bens ou dívidas fora dos livros.

3) Proibição de Atividades com Interesses Conflitantes

Não devemos, em nenhum momento, nos engajar em atividades que competem com ou entrem em conflito com os negócios da empresa.

(1) Não devemos trabalhar pela causa de nossos competidores e/ou parceiros comerciais e nunca devemos ter uma relação pecuniária e/ou um negócio com os mesmos, sem instrução e permissão expressa da empresa.

4) Proibição de Atividade Políticas e Religiosas

Não devemos, em nenhum momento, nos engajar em atividades políticas e religiosas da área interna da empresa.

(1) Um funcionário não deve incitar por qualquer causa ou organização, ou distribuir literatura de qualquer causa ou organização durante o horário de trabalho do funcionário, que estiver fazendo a incitação ou o horário de trabalho do trabalhador que está sendo incitado.

(2) Além disso, funcionários não devem distribuir literatura de nenhum tipo nas áreas de trabalho.

5) Controle de Informações Comerciais Confidenciais

Devemos todas vezes controlar as informações comerciais confidenciais de forma apropriada e, em nenhum caso, abrir estas informações para o lado externo sem permissão anterior da empresa.

(1) Devemos controlar estritamente a informação comercial confidencial tanto de nossa empresa como de nossos parceiros comerciais. Nunca devemos abrir esta informação para entidades externas, nem devemos utilizar esta informação para outro propósito que não seja comercial.

(2) No caso de precisarmos liberar a informação confidencial para uma entidade externa, devemos requer um acordo de confidencialidade a ser feito por todas as partes para que possamos nos preparar para uma divulgação inesperada.

(3) Nunca devemos fazer de uso fraudulento dos segredos corporativos de outras empresas.

(4) Mesmo após um funcionário sair da empresa, ele ou ela não deverá abrir qualquer informação comercial confidencial, seja da empresa ou de outras companhias e, também, não deve usar desta informação para qualquer propósito.

(5) Para prevenir o vazamento desta informação por descuido, devemos estar prevenidos de nossa cercania quando discutirmos informações confidenciais seja em particular ou em público e nunca devemos discutir esta informação em qualquer lugar que possa ser facilmente ouvida.

6)Administração e Entendimento Corretos das Propriedades da Empresa

Devemos sempre manter a propriedade da empresa funcionando em segurança e estender corretamente estas propriedades. Também em nenhum caso devemos fraudá-las para propósito pessoal.

(1) Devemos sempre desenvolver as propriedades da empresa, somente para propósito comercial para a qual tem seu objetivo e somente com a aprovação de um supervisor direto.

7) Uso Correto dos Sistemas de Informação

Devemos usar o sistema de informação da empresa somente para propósitos comerciais, e não para propósitos particulares.

(1) Devemos controlar estritamente a identificação e a senha de conexão para o sistema de informação da empresa e prevenir o vazamento destes dados.

(2) Não devemos usar a identificação e a senha de outras pessoas para propósitos fraudulentos ou em qualquer ação que possa violar a privacidade desta pessoa.

(3) Com a popularização do terminal de informação, o correio eletrônico, rede e etc., para administrar corretamente e utilizar informações digitais, devemos sempre manter os sistemas de informação segura atualizados.

8) Administração Correta de Documentos e Gravações

Devemos sempre administrar os documentos, gravações e outras informações de forma correta, sempre mantendo um entendimento de sua importância.

(1) Devemos manter e proteger os documentos e materiais considerados como segredos corporativos confidenciais. Ao mesmo tempo, devemos adquirir documentos e materiais externos considerados confidenciais de outros, somente de forma legítima.

(2) Devemos compor, transmitir, armazenar e eliminar quaisquer documentos de acordo com nossas regulamentações e padrões escritos.

9) Proteção dos Direitos de Propriedade Intelectual

Devemos, todas as vezes, proteger os direitos de propriedade intelectual, reconhecendo-os como bens importantes.

(1) Devemos proteger toda propriedade intelectual da empresa aplicando prontamente as patentes relevantes.

(2) Não devemos fazer, nem fazer uso de qualquer cópia não autorizada ou fraudulenta de softwares para computador.

(3) Não devemos usar as propriedades intelectuais de outras empresas, nem violar seus direitos para propriedade intelectual, sem acordo por escrito da parte proprietária.

7. Normas Adicionais

1) Alvo das Aplicações do Princípio

Este Princípio é aplicado em totalmente para todos os funcionários da Clarion Asia Pte Ltd. Também é aplicado para pessoal determinado para a Clarion sob contrato de outras empresas e funcionários temporários e em experiência, onde for aplicável.

2) Modificações e Abolições do Princípio

Este Princípio deverá ser modificado ou abolido somente após a aprovação do Corpo de Diretores da Clarion Co. Ltd e Clarion do Brasil Ltda.

3) Consultas e Relatórios

(1) No caso de dúvidas sobre o conteúdo e/ou interpretação do Princípio, a inquisição deve ser enviada para o departamento de administração de negócios na Clarion Co. Ltd.

(2) No caso de violação ou ameaça de violação do Princípio, seja por indivíduos ou grupos, funcionários ou externos, o indivíduo que descobriu a violação (“Relator”) deverá reportar seus fatos para seu supervisor de departamento. É de responsabilidade do supervisor assegurar que o fato seja reportado ao executivo sênior da empresa. O Relator também pode reportar diretamente ao departamento de administração de negócios.

(3) O Relator, como definido na cláusula anterior, deve ser protegido de qualquer tratamento desvantajoso devido ao ato de reportar.

4) Violação das Normas

Qualquer um em violação do Princípio deve ser separado de acordo com as normas da empresa pelo poder no momento.

voltar para o topo da página